Assembleia no Hospital Metropolitano de Várzea Grande

postado em: Notícias | 0

A Assembleia no Hospital Metropolitano de Várzea grande aconteceu nessa última segunda feira dia 20/03/2017 onde reuniu 50 profissionais da instituição juntamente com o Presidente do  SINPEN, SR Dejamir  Soares.

Foram debatidos vários assuntos dentre eles a falta de condições de trabalho, o sucateamento do hospital, o déficit de profissionais  para atendimento aos pacientes  e  o  FGTS  que não está sendo depositado a mais de 7 meses.

Na Assembleia  foram discutidas algumas reclamações e reivindicações como: O aumento salarial que  é a principal reclamação dos profissionais da Instituição e a rescisão trabalhista com o vínculo que eles tinham  com o IPAS ( Instituto Pernambucano de Assistência e Saúde), onde o mesmo  cuidou do Hospital por 2 anos e onde houve uma intervenção do Governo Estadual que deveria ser de somente de 180 dias porém se estendeu por mais  de 3 anos e meio e nada se resolveu. Com isso  o Hospital não pode contratar novos profissionais de enfermagem para aumentar o quadro, e os profissionais de enfermagem  que já estão trabalhando não podem pedir demissão  porque sabem que  se pedir não sabem quando vão receber e o Hospital  não pode fazer demissão dos  maus  profissionais  porque não tem como substituir a mão de obra.

Diante desses fatos a categoria solicitou a reunião  com o SINPEN MT semana passada, e na segunda feira dia  20/03/17 foi deliberada a assembleia para discutir  esses assuntos. Diante da situação e por ampla maioria ali presente decidiram que na próxima quinta feira dia 30/03/17 entrarão em greve.

Como o Secretário de Saúde do Estado foi substituído,  o Sinpen junto  com a comissão do Hospital Metropolitano  de Várzea Grande  estão se responsabilizando e juntos   irão até o novo Secretário para que  haja definitivamente uma data, um posicionamento de que forma poderão trabalhar em conjunto  para resolver esse problema regional que é o Metropolitano de Várzea Grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =