Deputada cobra atenção para saúde e chama governo de criminoso

postado em: Notícias | 0

A deputada Janaina Riva (PMDB) criticou o Governo do Estado por investir mais em infraestrutura do que na área da saúde. Segundo a parlamentar, é um absurdo o Governo propor investir R$ 600 milhões em reparo de estradas e pontes. “Eu não vejo a mesma preocupação com algo tão essencial e básico como a saúde”.

As criticas da deputada foram feitas após o Governo de Mato Grosso obter a liberação de R$ 470 milhões para investimento na construção de 105 pontes de concreto e mais R$ 130 milhões que serão destinados para a restauração de rodovias estaduais pavimentadas.

A autorização foi assinada pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e publicada no Diário Oficial da União que circulou na última quinta-feira (04). As obras serão executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

A deputada disse ainda, que tal medida chega a ser criminosa, pois não se consegue manter um município como Cuiabá com oito meses de repasses atrasados para a saúde. “Falam que não irá faltar nada, mas faltam mais de R$ 40 milhões. Como que não vai faltar? É claro que vai. Como ficam os prefeitos nessas situações se o Governo, que é o irmão mais rico, não faz os repasses que é constitucional? Isso não funciona”.

“Nós não vemos o governo se mobilizar para resolver o problema dos repasses para a saúde. A infraestrutura é muito importante, mas a saúde não se cura com piche, não tem injeção de lama asfáltica. As pessoas estão desesperadas, estão morrendo. Hoje esse é o maior problema do Governo atual”, enfatizou Janaina.

Troca de secretários

A pasta da saúde já sofreu quatro trocas de secretários durante a gestão Pedro Taques. O atual secretário, Luiz Soares é o quarto a chefiar em pouco mais de dois anos. O ex-secretário João Batista ficou no cargo por quase oito meses e pediu exoneração em março deste ano.

Antes de João Batista ocuparam o cargo, Eduardo Bermudez e Marco Bertúlio. Os dois também pediram demissão.

Para a deputada, a troca de secretários ocorrerá sempre, pois a pasta não tem orçamento. “O Governo pode trocar de secretario mil vezes de secretario, se não tiver orçamento não vai ter como fazer saúde”.

Janaina destacou ainda as críticas da atual gestão quanto aos governos passados. “Mas o engraçado é que as pessoas questionam que na gestão passada houve tantos escândalos e desvios de recurso público e mesmo assim a saúde funcionava. Os hospitais regionais funcionavam, alguns tinham mais de 30 especialidades, hoje a maternidade Santa Helena que é a maior do Estado não tem uma ambulância”, completou.

Fonte: CIRCUITOMATOGROSSO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − dez =