Dívida do Estado com a Saúde atinge R$ 2 mi; prefeitura não se manifesta

postado em: Notícias | 0

O governo estadual deve R$ 2,7 milhões para a Prefeitura de Rondonópolis somente na área de Saúde. Há parcelas atrasadas ainda de setembro de 2016. Os valores atrasados dos repasses vão desde a Atenção Básica, Samu e alta complexidade (UTIs).

 

Segundo informações repassadas pela secretaria estadual de Saúde (SES), na Atenção Básica a dívida com o município soma R$ 751,2 mil, referentes a fevereiro de 2017, que deverá ser pago, pois já há portaria autorizando o pagamento, e o restante se refere ao período de vai de setembro a dezembro de 2016, sem informação sobre pagamento.

 

Na farmácia básica a dívida é de R$ 166,5 mil, valor que deveria ter sido repassado em 2016. Na média e alta complexidade, os repasses atrasados referentes a novembro de 2016 somam R$ 933,8 mil, e na alta complexidade (UTIs) o valor é de R$ 529,8 mil, referente a fevereiro deste ano.

 

Conforme a SES, há atrasos nos repasses para o Samu no período de setembro a dezembro de 2016 no valor de R$ 190,4 mil e também na regionalização, com pendências de setembro a novembro de 2016, somando R$ 13 mil. Sobre as dívidas com Rondonópolis, a SES afirma que está fazendo uma programação para quitá-las.

 

Hoje, Rondonópolis, conforme a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017, vem gastando 37% do orçamento com a Saúde, valor bem maior que os 15% que são exigidos constitucionalmente. A Saúde é a pasta com maior orçamento no município. A prefeitura foi procurada pelo , mas preferiu não se manifestar sobre a questão.

Fonte: RD NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 8 =