Governo assina contrato de R$ 18 mi e Instituto assume Regional por 6 meses

postado em: Notícias | 0

Anderson Hentges
De Sinop

Com um contrato no valor de pouco mais de R$ 18 milhões, o Instituto Gerir assume a administração do Hospital Regional de Sinop, nesta sexta (1º de dezembro), e irá conduzir os trabalhos pelos próximos seis meses.

Reprodução

regional-sinop

Instituto Gerir assume a partir de hoje a administração do Hospital Regional de Sinop

Desta forma, a situação está resolvida momentaneamente. A secretaria estadual de Saúde (SES) afirma que dentro de 90 dias será realizado um chamamento público para a contratação da nova Organização Social de Saúde (OSS), que assinará um contrato de gestão para administrar a unidade por um período de cinco anos.

Sobre os atendimentos, a SES também assegura que o número de leitos será mantido e a prioridade serão atendimentos de emergência e urgência. Além disso, devem ser reabertos os cinco leitos de UTI adulto. Atualmente, o hospital possui 111 leitos, dos quais 56 estavam fechados e a reabertura será feita de forma escalonada.

A substituição da instituição que administra a unidade ocorreu após a Fundação Comunitária de Saúde Sinop devolver a gestão ao Estado. Em 16 de novembro um ofício foi emitido para o governador Pedro Taques (PSDB), e tinha como argumento a falta de repasses que deixaram de ser feitos pelo governo.

Conforme o documento, a dívida dos meses de setembro, outubro e novembro já totalizavam cerca de R$ 10 milhões, além de outros R$ 17 milhões de fevereiro de 2016 a julho deste ano, que deixaram de ser repassados. Sobre isso, o ofício exigia que qualquer débito do Estado com a Fundação fosse quitado.

A fundação foi contratada em 13 de junho de 2012 até quatro de novembro de 2014, quando o governo determinou a intervenção nos serviços. A instituição retomou os trabalhos e estava responsável pelo hospital desde fevereiro do ano passado.

Nova gestão

Em Mato Grosso, o Instituto Gerir já vem administrando o Hospital Regional de Rondonópolis desde 1º de outubro, em substituição à Sociedade Beneficente São Camilo. O contrato assinado, de forma emergencial, também tem duração de seis meses, período no qual haverá um chamamento público.

O Gerir tem sede em Goiânia (GO) e possui vasta experiência na administração hospitalar com atuação em cinco estados. Em Goiás, a organização gerencia o Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo) e o de Urgência de Trindade (Hutrin); na Paraíba, o Hospital Geral de Taperoá (HGT); no Maranhão, o Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM) e Hospital Macrorregional de Imperatriz (HMI); em Mato Grosso do Sul, o Hospital Regional Dr. José de Simone Netto (HR); e mais cinco unidades em São Paulo. (Com Assessoria)

 FONTE: RD NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − onze =