MT Saúde reduz dívida para R$ 6 milhões Em abril, débito era de R$ 28 milhões

postado em: Sem categoria | 0

Da Redação

mtsaude.jpg

O Plano de Saúde do Servidor do Estado tem realizado melhorias significativas em sua administração, levando maior qualidade de atendimento aos seus mais de 21 mil beneficiários. No início deste mês (2/8), o Fórum Sindical esteve presente na sede do Mato Grosso Saúde para apresentação do balanço dos últimos 90 dias.

Um dos tópicos da conversa foi o levantamento da atual rede credenciada do Plano, que hoje conta com mais de 388 credenciados, entre hospitais, clínicas, laboratórios e médicos em diversas especialidades. Clique aqui e acesse o Guia Médico completo.

Foram apresentados também os números de utilização do Plano pelos beneficiários no ano de 2018 onde, até o mês de julho já foram realizadas 20.972 consultas nas diversas especialidades médicas; 1.584 internações divididas em, 541 cirúrgicas, 733, clínicas, 236 em UTIs, 52 obstétricas e 22 pediátricas, totalizando mais de R$ 40 milhões pagos nesses procedimentos. Já com as cirurgias que requerem órteses, próteses e materiais especiais, os chamados OPMEs, foram gastos mais de R$ 2 milhões nas 175 cirurgias realizadas nestes 3 meses.

Além disso, a estrutura organizacional do Mato Grosso Saúde foi reformulada, trazendo maior agilidade aos processos com a criação de setores importantes para o Plano, como a Ouvidoria Setorial, Gerência de Atendimento ao Beneficiário, Gerência de Atenção Social, necessárias para ser a ponte entre os beneficiários e o Instituto.

Sobre a dívida do Plano, o presidente do Mato Grosso Saúde, Basílio Bezerra, informou que o Plano devia, até abril de 2018, cerca de R$ 28 milhões. Atualmente, o valor está em torno de R$ 6 milhões devidos, os quais já se encontram parcelados, com a rede credenciada ativa do Plano.

“Hoje, 98% da rede credenciada do Mato Grosso Saúde, com atendimento ativo, está com os pagamentos rigorosamente em dia, os 2% restante com seus débitos devidamente parcelados junto ao Instituto”, esclareceu Basílio.

Atualmente, o Mato Grosso Saúde conta com 21.100 beneficiários, sendo 10.968 titulares, 7.104 dependentes e 3.028 agregados.

O Plano tem um potencial de crescimento, segundo informações apresentadas, de aproximadamente 88%, e nos próximos meses iniciará um processo de expansão da sua carteira de beneficiários junto aos servidores do Estado de Mato Grosso.

“Fiquei extremamente feliz, pois solicitamos melhorias para as pessoas idosas, com profissionais na área de geriatra, e a nossa demanda foi atendida, assim como a relação dos profissionais, que fosse disponibilizada no site do Plano. A reunião foi apresentou dados maravilhosos, estou muito contente, pois agora temos voz dentro do Mato Grosso Saúde. Agora trabalharemos para que estes bons frutos sejam divulgados a todos os servidores do Estado para mostrar as reais melhorias do nosso Plano”, frisou Mariza Beatriz de Souza, Diretora de Inativos, pensionistas e idosos do Sindicato dos Servidores Públicos Estaduais da Carreira dos Profissionais de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado de Mato Grosso (SINDES/MT).

“Saio bastante satisfeito desta reunião. A apresentação dos números foi satisfatório, agora vamos aguardar os desdobramentos posteriores desta reunião, como a expansão da carteira de vidas que é necessário para o Plano”, informou Luiz Wanderley, do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Superior do Estado de Mato Grosso (SINTESMAT).

Para o presidente do Plano, Basílio Bezerra, o Plano teve um ganho qualitativo muito grande, levando uma rede mais justa aos beneficiários. “Gostamos desse tipo de encontro com o Fórum Sindical. Queremos ser o mais transparentes possível com eles e os nossos beneficiários, mostrar todas as melhorias que já foram feitas e os pontos que precisam ser fortalecidos. Estamos aqui para trabalhar e atender da melhor forma os nossos servidores”, finalizou.

 FONTE:FOLHAMAX 13/08/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 13 =