Após greve, atendimento em UTIs pediátrica e neonatal da Santa Casa de Cuiabá depende do retorno de médicos

postado em: Notícias | 0

Tem apenas um médico para atender pacientes das alas pediátrica e neonatal. Reunião deve ser feita nesta quarta-feira (5) para tentar acordo com os funcionários.

Santa Casa de Cuiabá teve atendimentos suspensos por um mês (Foto: Lenine Martins/Gcom-MT)

Santa Casa de Cuiabá teve atendimentos suspensos por um mês (Foto: Lenine Martins/Gcom-MT)

O atendimento da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá está sendo retomado gradativamente até o retorno completo dos médicos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica e neonatal.

Uma reunião com cerca de 20 médicos deve ser realizada nesta quarta- feira (5) para tentar um acordo com os funcionários e retomar o funcionamento das UTIs, segundo a direção da unidade filantrópica.

O presidente da Federação dos Hospitais Filantrópicos, Antonio Preza, explicou que cada ala tem entre oito e dez médicos.

“Temos apenas dois pacientes em cada ala, então um médico consegue cuidar deles. Vamos fazer uma reunião amanhã para sabermos quais médicos irão ficar e quais devem ir embora”, contou.

As UTIs pediátrica e neonatal estão com apenas um médico para atender as duas alas. Em cada uma delas, tem dois pacientes que já estavam internados antes da greve de funcionários que durou um mês e terminou na quarta-feira (29).

Essas UTIs só devem voltar a receber pacientes normalmente depois desta quarta-feira (5), dependendo da contratação de novos profissionais para repor o número de médicos, segundo o representante do Sindicato dos Enfermeiros de Mato Grosso (Sinpen), Dejamir Souza.

“Os leitos das UTIs já estão sendo abertos e as cirurgias também estão sendo retomadas e nessa semana conseguiremos normalizar os atendimentos”, disse.

O pronto-atendimento infantil foi reaberto para os pacientes em situação estável. Os casos mais graves ainda não estão sendo atendidos. O atendimento foi normalizado para convênios particulares.

Nessa segunda-feira (3), começou a ser feito o reagendamento de cirurgias eletivas e consultas especializadas.

FONTE:

Por G1 MT

04/09/2018 11h41  Atualizado há 21 horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 15 =