Funcionários paralisam limpeza em UPA de Cuiabá

postado em: Notícias | 0

ambulancia-upa.jpg

Funcionários da limpeza que prestam serviços na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá, paralisaram seus serviços na última sexta-feira (8) por não receberem seus salários há 3 meses.

Com isto, a unidade de saúde está suja, sem condição mínima de higiene, conforme imagens enviadas por um leitor do . Lixo está espalhado por toda a UPA, que também tem água empossada em seu chão.

Serviço é de responsabilidade da Prefeitura de Cuiabá, que o terceirizou para a empresa Luppa. De acordo com uma funcionária que não será identificada, desde sexta-feira estão trabalhando em escala de plantão, com somente 30% dos funcionários.

“Estamos limpando as áreas de risco, consideradas críticas. Como o setor vermelho, a observação e a medicação. Eu tenho três filhos e estou sem pagar luz, sem pagar água, sem alimentar criança”, disse.

A empresa Luppa, por outro lado, afirmou que o motivo dos atrasos no pagamento é a falta de repasses da prefeitura. A reportagem também entrou em contato com a prefeitura, que não respondeu aos questionamentos até a publicação desta matéria.

Outro lado

Nota de esclarecimento da prefeitura de Cuiabá:

Em relação às imagens da UPA Paschoal Ramos, a Secretaria Municipal de Saúde – SMS informa que:

– Tomou conhecimento dessa questão por meio da mídia, uma vez que o dono da empresa que realiza a limpeza na unidade esteve nesta terça-feira (18) na SMS e disse que todos os funcionários estão trabalhando normalmente;

– A coordenação da UPA Paschoal Ramos afirmou que apenas 30% dos funcionários da terceirizada estão trabalhando e estão garantindo a limpeza da sala vermelha e da sutura;

-A secretaria adjunta de Gestão explicou de que dezembro de 2018 até agora foram pagos mais de 900 mil reais para a empresa;

-O processo de pagamento está seguindo seu curso normal, e a empresa deverá receber uma nova parcela de pagamento nesta semana.

-A coordenação da UPA está fazendo uma força tarefa com o auxílio dos próprios funcionários para tentar manter a organização da unidade.

FONTE: FOLHAMAX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 14 =