Cuiabá define futuro da Santa Casa nesta semana

postado em: Notícias | 0

santacasa.jpg

A novela sobre a crise da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, que terminou com o fechamento do hospital, terá um novo capítulo nesta semana. É o que garante o prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (DEM), que diz estar “costurando as últimas etapas” para poder anunciar sua decisão sobre a possível intervenção e a necessidade de mais repasses para a unidade.

Na semana passada, o prefeito, alguns vereadores e deputados federais foram a Brasília para buscar respostas sobre as demandas da Santa Casa. “O ministro da Saúde nos deu total apoio e solidariedade. Agora estou costurando as últimas etapas para poder anunciar a decisão que o prefeito vai tomar, ao lado, com o aval do Ministério da Saúde e precisamos também do envolvimento, do apoio do governo do estado”.

Ele afirma ter apoio no município, com a bancada federal e na Assembleia Legislativa para fazer com que a Santa Casa volte a funcionar. “Temos o apoio da bancada federal em peso, através do deputado federal Neri Geller, a bancada estadual, o deputado [Eduardo] Botelho, presidente da Assembleia, já me ligou e está ao lado de Cuiabá. A Câmara Municipal de Cuiabá através do vereador Misael, do líder Luis Claudio, representando a maioria esmagadora da Câmara está ao nosso lado. Estamos avançando”.

Para o prefeito, além de ser uma importante unidade de saúde, a Santa Casa também faz parte da história da Capital. “Sempre ajudei a Santa Casa. É patrimônio nosso. A Santa Casa talvez seja um dos monumentos da cuiabania mais estimados e caros para a saúde pública de Mato Grosso. Não pode e não vai fechar, não vamos deixar. Mas eu preciso para isso, do apoio do governo do Estado e do ministério da Saúde”.

Quando o assunto é o apoio, Pinheiro é direto ao dizer que é necessário que o Estado se mobilize. “Já consegui do Ministério da Saúde, agora vamos articular com o governo do Estado e vamos juntos, toda a força política e os entes federados, ajudar a Santa Casa de Cuiabá”.

FONTE: FOLHAMAX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − sete =