Vistoria constata falta de insumos básicos em hospital de Rondonópolis

postado em: Notícias | 0
A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, participaram de uma vistoria no Hospital Regional de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, após denúncias de que não havia insumos básico para os atendimentos.

Entretanto, desta vez, artigos como luvas, seringas e gases não estavam em falta, como a denúncia feita na semana passada, pelo deputado Lúdio Cabral (PT).

Secretário e deputados comprovaram que a estrutura física do local está comprometida em razão de uma reforma que se arrasta desde o início do segundo semestre do ano passado.

“Acreditamos que, no máximo três meses a reforma estará concluída e a unidade totalmente aberta à população”, destacou o secretário.

De acordo com o deputado Paulo Araújo (PP), que é presidente da Comissão disse que existe um compromisso de que os repasses feitos pelos estado vão ser regularizados.

“Temos o comprometimento da atual gestão com os repasse regular dos recursos financeiros”, afirmou.

Assim como na visita anterior, o Lúdio Cabral destacou que a estrutura física da unidade impede a melhoria dos serviços prestados.

“O maior problema do hospital é o sucateamento da estrutura física, a falta de equipamentos e o improviso no atendimento à urgência e emergência”, declarou.

O valor investido na reforma não foi informado. Porém, a expectativa é de que, pelo menos, os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) suba para 20.

Depois da visita e das irregularidades encontradas, a Comissão vai montar um relatório apontando tudo que precisa ser sanado na unidade.

O Hospital Regional de Rondonópolis é referência para outros 19 municípios da região.

FONTE: FOLHAMAX

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 7 =