Hospital Júlio Müller recebe R$ 2,7 mi do Rehuf para investimentos

postado em: Notícias | 0

Os hospitais universitários federais da Rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) irão receber R$ 108 milhões para obras de infraestrutura e equipamentos, por meio de recursos do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Ebserh com recursos dos ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS).

Destes, cerca de R$ 2,7 milhões estão destinados para o Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM-UFMT/Ebserh), para atender os planos de investimentos em adequações (R$ 1 mi), equipamentos – infraestrutura (R$ 451 mil), médico-hospitalares (R$ 658 mil), hotelaria hospitalar (R$ 93 mil) e de tecnologia da informação (R$ 476 mil). O anúncio foi feito no último dia 10 durante o Encontro da Alta Gestão da Rede Ebserh, que reuniu os superintendentes dos 40 hospitais universitários do país.

Para a consolidação desse planejamento, foi elaborado um plano de investimentos que estabeleceu uma priorização de acordo com critérios técnicos, viabilizando as ações propostas. A iniciativa contou ainda com um contrato de objetivos – assinado pelo presidente da Ebserh, Oswaldo Ferreira, e pelos superintendentes dos hospitais – que estabelece a responsabilidade dos envolvidos. Na visão do gestor, o contrato é uma metodologia de trabalho que se reflete em uma expectativa real de crédito. Em termos práticos, isso significa que uma obra, por exemplo, apenas receberá os investimentos após o comprometimento em sua conclusão, assegurando transparência e efetividade na aplicação dos recursos públicos.

Conforme a superintendente do HUJM, professora Elisabeth Aparecida Furtado de Mendonça, os recursos chegam para melhorias estruturais, que ocasionam incrementos na qualidade de ensino e da assistência. “Esse investimento sintetiza o fortalecimento para os hospitais universitários de modo geral e o reforço do compromisso com a assistência e formação cidadã, premissas que norteiam o HUJM perante a sociedade mato-grossense”, ressalta.

Sobre a Rede Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

FONTE: FOLHAMAX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =